Estrias

Você se incomodou com as suas estrias durante o verão? Saiba que existem, sim, tratamento e produtos que acabam ou camuflam o problema. Descubra a técnica mais indicada para você.

O efeito sanfona, o aumento repentino de peso, as alterações hormonais e o estirão na fase da adolescência são as grandes causas das estrias, que costumam infernizar a vida de muitas mulheres. As marcas são cicatrizes, resultado do rompimento das fibras elásticas da pele. Elas surgem avermelhadas por apresentarem um processo inflamatório.

Depois, tornam-se esbranquiçadas. Daí a importância de se alimentar direito, fazer exercícios, visitar o médico para saber como andam os hormônios e hidratar a pele. Sim, a hidratação é um santo remédio para prevenir o rompimento dos tecidos. Mas, se espalharam pelos seios, bumbum, coxas ou barriga, uma das técnicas a seguir é sob medida para você.

Tratamento para estrias

Estrias vermelhas – Laser fracionado de CO2

Queridinho de boa parte dos dermatologistas, esse laser dá ótimos resultados contra as estrias mais recentes, ainda avermelhadas. Ele promove microperfurações na pele e aquece as fibras de sustentação . Dessa forma, estimula a formação de um novo colágeno e elastina. As estrias ficam bem mais finas, e, em alguns casos, imperceptíveis.

O laser é apenas recomendado para quem tem pele clara. Peles negras e morenas podem ficar com manchas escuras devido à tendência de hiperpigmentação. Antes do tratamento, recomenda-se não se bronzear e, de preferência, já estar usando creme com ácido indicado pelo médico para potencializar o efeito do laser.

Durante o procedimento, é comum os médicos apostarem em aparelhos que resfriam a pele e, assim, aliviar possíveis desconfortos. Dependendo da quantidade de estrias, a sessão pode durar até uma hora. A região onde o laser foi aplicado fica um pouco inchada e vermelha, sendo que, depois de uma semana, começa uma descamação leve.

A exposição solar é liberada apenas dois meses depois do fim do tratamento. Também são indicados cremes com ativos regeneradores da pele e substâncias calmantes, como camomila e arnica, além de ingredientes hidratantes, caso do D-pantenol e das mateigas. O tratamento completo é de cerca de cinco sessões, com intervalos mensais, pois é esse o tempo que colágeno leva para se recuperar.

Investimento: R$ 1.000 por sessão

Estrias Brancas – Dermopigmentação

Falta tempo, dinheiro ou coragem para mandar embora aquela velha estria que a incomoda? Então essa técnica é uma boa pedida. Isso porque a camuflagem, similar à maquiagem definitiva, deve ser feita nas estrias de coloração branca.

Estrias Brancas

 

As avermelhadas ainda não estão em fase de maturidade e, nesse caso, o procedimento não tem bons resultado. Após passar o anestésico tópico sobre a pele, o especialista usa uma microagulha para depositar os pigmentos, sendo que a cor é definida a partir do seu tom mais próximo. Feito o procedimento, é recomendado hidratar a pele diariamente, pois ajuda a manter o resultado.

A ida a praia, piscina e sauna só são liberadas após um mês e é indicado seguir uma dieta livre de gorduras e sem frutos do mar e carne de porco, por uma semana. Também entra na lista de cuidados o uso diário do protetor solar caso a pele fique exposta ao sol. É recomendado um retoque anual.

Investimento: R$ 300 por sessão

Todos os tipos de estria – Galvanic-Punture Terapy

A técnica usa uma corrente elétrica contínua que desencadeia uma inflamação no local tratado, promovendo um processo de recuperação da pele. Novas fibras de colágeno e elastina são estimuladas. Assim, o método ajuda no nivelamento e desaparecimento das estrias.

Para potencializar os efeitos do aparelho, são associados o peeling de diamante, que promove a descamação da pele, e a carboxiterapia, que é aplicação de gás carbônico por meio de microagulha na pele. O tratamento é dolorido, mas, compensador. Há uma melhora de 90% do aspecto das estrias ou mais. As estrias grossas ficam mais finas e disfarçadas, e as finas e recentes, podem desaparecer.

A associação das técnicas pode ser feita em todos os tipos de pele. Os resultados são visíveis a partir da segunda sessão, sendo que o intervalo entre elas e o número total de sessões deve ser avaliado na hora da consulta. Antes do procedimento não é necessário preparo. Após, deve-se evitar a exposição solar. Recomenda-se ainda esfoliar a pele duas vezes por semana e investir na hidratação diária, que evita o ressecamento e, consequentemente, o aparecimento de novas estrias.

Investimento: R$ 450 por sessão

 

 

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook