Doença Celíaca

As características e diagnóstico da doença celíaca

Saiba um pouco mais sobre os sintomas da doença celíaca é uma doença permanente, causada pela ingestão da proteína glúten na alimentação; também é conhecida por enteropatia glúten-induzida, é de origem imunológica e genética.

A doença se dá pela falta da enzima transglutaminase, que quebra a proteína ( o glúten ).

Onde a doença celíaca ataca

A doença ataca o intestino delgado, que é o responsável pela absorção de nutrientes no organismo.

Traz como prejuízo o atrofiamento das vilosidades intestinais, assim, se a mucosa intestinal atrofiar, o glúten não consegue passar para o organismo, gerando inflamações e uma série de outros sintomas.

Especialistas classificam os prejuízos da doença celíaca de três formas: clássica, normalmente nos primeiros anos de vida; não clássica, ou seja, em pessoas com mais idade, e assintomática: quando o paciente tem a doença e não desenvolve nenhum sinal dela.

Sintomas da doença

São sintomas de intolerância ao glúten a diarreia crônica com cólicas, irritabilidade, anemia não explicada, perda de massa óssea, distensão abdominal, perda de sensibilidade ou formigamento dos pés e mãos, e perda de peso súbita em momentos de crise.

doença celíaca dor no estomago

 

Trata-se de doença grave que, se não houver acompanhamento adequado, como em tantas outras enfermidades, pode levar à morte.

Importante destacar que qualquer pessoa pode ser celíaca, mas a doença “prefere” aqueles com histórico familiar da doença, portadores de diabetes tipo 1 ou outras doenças autoimunes, além de pessoas com síndrome de down.

Outros sintomas e tratamento

Além dos sintomas já descritos, o paciente pode sofrer déficit de crescimento, esterilidade, atraso menstrual, anemia (já que o intestino não consegue absorver o ferro), também aftas e inflamações na boca e garganta.

Não há cura para a doença, o tratamento baseia-se exclusivamente no controle rigoroso da dieta alimentar.

Felizmente, os alimentos sem glúten são relativamento fáceis de se encontrar, até em supermercados comuns.

Existem lojas especializadas que trabalham exclusivamente com alimentos sem glúten e que também atendem por intermédio da internet, por telefone e entregam em domicílio.

Ao sentir os sintomas é importante que se consulte um édico e faça os exames básicos, pois muitas vezes alguns indícios nada têm a ver com a doença celíaca, o que pode atrapalhar um tratamento mais direto.

 

alimentos sem gluten

Com acompanhamento médico se faz um rastreamento completo, metabólico, e uma avaliação nutricional;

  • somente com a biópsia da mucosa intestinal;
  • aliada a uma endoscopia digestiva (se necessário);
  • teste com dieta alimentar.

É possível concluir com precisão o diagnóstico.

Muitas vezes, um indivíduo não aceita bem os alimentos com glúten e isso ocorre em diferentes níveis, dificultando a digestão.

A intolerância frequentemente é detectada na infância, mas pode ficar oculta até os 50 anos de idade, causando muitos problemas.

Já o doente celíaco possui sintomas bem característicos e respostas importantes logo após ter contato com o glúten, apresentando diarreia, anemia, dermatites, quedas de cabelo etc.

Existindo controle e moderação na ingestão de glúten as melhoras aparecem no funcionamento dos intestinos, na aparência da pele, no aumento da energia e algumas vezes até se observa uma moderada perda de peso.

 

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook