12 benefícios do limão

Conheça abaixo alguns dos diversos benefícios do limão pode trazer para o bem estar de nossa saúde, confira:

12 beneficios do limão

Detox eficiente

Além de estimular os movimentos peristálticos, o limão ajuda o organismo a eliminar toxinas de forma mais eficiente por outro motivo: seu poder alcalinizante. Mesmo sendo ácido, no estômago ele alcaliniza o sangue.

A propriedade é muito bem-vinda em uma época em que as pessoas exageram na carne, no açúcar e nos conservantes: A alimentação contemporânea apresenta um desiquilíbrio dos nutrientes que dão origem às substâncias ácidas e básicas, o que estimula a produção de ácidos pelo organismo, o limão ainda dá uma força para o fígado: Este órgão absorve todas as toxinas que ingerimos e inalamos (até dos cosméticos que usamos), além de ajudar no processo digestivo, pois aumenta nossos movimentos intestinais.

Digestão em dia

O que o limão e o suco digestivo têm em comum? A presença de ácido. No caso da fruta, o ácido cítrico é o personagem principal. Os flavonoides cítricos, do grupo dos polifenóis, ajudam a melhorar a digestão, pois auxiliam o ácido clorídrico no processo de quebra do alimento. Além disso, ao auxiliar no funcionamento do fígado, a digestão também é favorecida, já que ele influencia nos movimentos peristálticos, aqueles que conduzem os alimentos pelo sistema digestivo.

Intestino no ritmo

Se o suco da fruta ( sem açúcar, é claro ) pode fazer a diferença na balança, a chance de isso ocorrer aumenta bastante quando se consome o bagaço, ou mesmo partes da casca. É onde se concentra a maior parte da pectina, uma fibra solúvel presente no limão que ajuda no bom funcionamento do intestino.

Além disso, ela forma um gel que diminui a velocidade de absorção do açúcar, o que promove saciedade e reduz o risco de diabetes tipo 2.

Coração blindado com os benefícios do limão

A fruta protege o coração em várias frentes. A primeira delas é por meio dos antioxidantes, que defendem o corpo dos radicais livres, responsáveis por deteriorar a saúde desse órgão, entre outros malefícios. A vitamina C e os polifenóis do limão reduzem o risco de doenças cardiovasculares, pois protegem as células do corpo.

Sem contar que a pectina ajuda a varrer o colesterol ruim (LDL) para fora do organismo. Além disso, o D-limoleno, componente dos cítricos que funciona como solvente natural de gorduras, também contribui para a nobre tarefa.
Como se não bastasse, por ser diurético e rico em potássio, ele acaba ajudando a baixar a pressão arterial, um fato de risco para diversas doenças cardiovasculares.

Ao promover a eliminação da água, permite que o sódio seja excretado, impedindo o acúmulo de líquidos no corpo que favorece esse aumento da pressão. Por fim, o limão é rico em potássio, que se equilibra com o sódio no sangue, evitando também a retenção de líquidos.

Adeus, pedra no rim!

O ácido cítrico traz outra possível vantagem para os apreciadores do limão: menos risco de ter pedras nos rins. Ele aumenta a capacidade de seu corpo liberar naturalmente essas toxinas indesejadas.

Além disso, o consumo da água morna estimula, mesmo que de leve, a eliminação de líquidos. Com isso, há menos chances de formação de cálculos nos rins, já que as substâncias causadoras do problema são eliminadas.

Cérebro protegido

O limão, ainda, possui propriedades que protegem o cérebro. A casca da fruta contém um potente fitoquímico, a tangeretina, que se mostrou eficaz para prevenir distúrbios cerebrais, como o Parkinson, explica a nutróloga. Estudos em animais mostraram uma relação entre a substância e a produção de dopamina, um neurotransmissor que tem seus níveis reduzidos nos portadores dessa enfermidade.

Balança equilibrada

As evidências também apontam a relação de um nutriente chamado naringenina, muito comum nos alimentos cítricos, com a perda de peso. O estudo, publicado na revista da associação Americana de Diabetes, mostrou que camundongos que tiveram a alimentação enriquecida com naringenina apresentaram melhora dos níveis de colesterol e triglicerídeos, assim como uma redução da resistência á insulina e o metabolismo da glicose normalizado, um dos fatores que influencia diretamente o emagrecimento.

E isso tudo sem restrição calórica. De qualquer forma, é importante frisar que não adianta consumir o limão e manter hábitos insalubres.

Escudo contra o câncer

Diversas evidências indicam que o limão pode ser útil na prevenção ao câncer. Um dos motivos é a presença de vitamina C e flavonóides, duas substâncias que já comprovaram efeitos positivos no combate a tumores.

Ma um outro ingrediente de destauqe na fruta, que aumenta seu potencial: o D-limoleno, um óleo essencial presente também nas laranjas, que, além de dissolver a gordura, mostrou-se um coadjuvante no tratamento do câncer de mama e de cólon, em estudos clínicos com pequeno número de pacientes.

Alívio para a gripe

O chá com limão também é uma receita tradicional nos casos de gripes e resfriados. Uma das justificativas para a recomendação é a própria vitamina C, que favorece o sistema imunológico. Outro ponto é que a fruta tem efeitos anti-inflamatórios e antimicrobianos. Há evidência científica que mostra que seu suco e derivados são capazes até de combater o vilão da cólera, uma doença extremamente perigosa.

Nada de anemia

A anemia, um problema comum em crianças e mulheres em idade fértil, é causada pela deficiência de ferro. Por isso, esses indivíduos devem caprichar no consumo de carnes, feijão e outras leguminosas.

Mas combinar a refeição com uma boa limonada tem efeito adicional: “Os limões melhoram a capacidade de absorver mais ferro do alimento que você ingere”.

Além de essencial no transporte de oxigênio para as células, o ferro é bom para desencadear melhores resultados do sistema imune.

Evite a gastrite

Apesar de tão benéfico, o limão contém

Melhora o humor

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook