Dieta Viking

Além de afinar 2kg por semana, o estilo alimentar dos povos escadinavos ainda ajuda a combater a diabete, o colesterol, a pressão alta e as inflamações. Então prepare-se, pois chegou a hora de você vencer essa batalha!

Emagrecer com saúde. Esse é o lema da dieta nórdica que vem se popularizando por todo o mundo e já tem sido citada como a mais saudável que existe.

Dieta Viking

Criada por dois chefs dinamarqueses, Renè Redzepi e Claus Meyer, do restaurante Noma, o cardápio prioriza o consumo de alimentos naturais e orgânicos, principalmente os grãos, os frutos do mar, as frutas, as verduras e as gorduras boa. Cereais, legumes e peixes ( como o salmão ) vão sustentar, dar energia e melhorar a qualidade de vida. O plano baseado na alimentação da população da Dinamarca, Suécia, Noruega, Finlândia e Islândia é uma verdadeira reeducação alimentar, com efeitos positivos não só no peso, mas na saúde. Segundo a Organização Mundial de Saúde ( OMS ), esses países são os que apresentam os menores índices de obesidade do mundo. Apenas 5% da população está acima do peso. Pronta para ficar mais magra e saudável?

Dieta Viking: Afina com saúde!

Estudo feito pela universidade de copenhague, na Dinamarca acompanhou um grupo de pessoas obesas durante seis meses. Uma parte fez a dieta convencional, e a outra, a viking. O resultado? Quem fez a dieta nórdica perdeu aproximadamente 4,7kg, enquanto o outro grupo, apenas 1,5kg. Outra pesquisa finlandesa revelou que a viking reduz a ação de genes que causam inflamações ligadas a doenças crônicas, como diabetes, hipertensão, obesidade e aterosclerose, acúmulo de placas de gordura nas artérias.

Gordura boa só na Dieta viking

Similar à dieta mediterrânea – que, até agora, era a favorita de nutricionistas, por seus benefícios à saúde do coração, a viking também prioriza o consumo de peixes, frutos do mar, vegetais, frutas e oleaginosas. Porém , a nova é mais saudável, pois não permite a ingestão de farinha branca e grãos refinados, como pães e massas, bem como alimentos processados. Outra grande diferença

Tudo Natural

Estão proibidos produtos industrializados e refinados, que possuam alto teor de sódio, açúcar, gorduras e corantes. Eles atuam na destruição das células, na retenção de líquidos e no surgimento de doenças, como o câncer. O consumo de carnes, ricas em proteínas e ácido linoleico, promove a queima de gordura. E o preparo delas, sempre assadas e cozidas, não adiciona nenhuma gordura e calorias extras.

Livre de inflamações

Comer alimentos com propriedades anti-inflamatórias é uma das rzões para a dieta emagrecer. Hoje entendemos que o excesso de gordura causa uma reação inflamatória no organismo. Quando você passa a comer direito, livra seu metabolismo das toxinas e favorece a eliminação de gordura.

Dieta viking é nota 10!

Conheça os alimentos que devem bater cartão no cardápio viking e os benefícios deles para a saúde.

Peixe de águas frias ( salmão, bacalhau e arenque ): São ricos em ômega-3, substância que ajuda a diminuir o colesterol ruim ( LDL ), reduz as inflamações e ainda melhora o metabolismo basal – quantidade de energia que gastamos para manter o corpo funcionando.

Grãos integrais ( Aveia, cevada, e centeio ): as fibras destes grãos ajudam o trânsito intestinal, na absorção de nutrientes, no controle de glicose no sangue e na saciedade.

Frutas vermelhas ( morango, amora, framboesa e mirtilo ): Elas possuem antocianina, substância detox que combate o envelhecimento celular, protege o sistema cardiovascular e melhora a circulação, evitando a retenção de líquidos. Ainda provinem doenças como o câncer.

Vegetais de raiz ( batata, cenoura e beterraba ): São fontes saudáveis de carboidratos, muito mais ricos em vitaminas e minerais do que as massas comuns. A cenoura tem betacaroteno, que blinda o corpo contra doenças cardíacas e cânceres.

Repolho: É o vegetal mais consumido pelos nórdicos. Possui glucosiolatos, que ajudam a eliminar as toxinas do organismo, favorecem o trabalho do fígado e estimulam a regressão dos tumores.

Oleaginosas: ( Castanhas, nozes, amêndoas e avelã ): Saciam e são fontes de vitamina E, que combate radicais livres.

Óleo de canola: Tem menos gordura saturada e mais ômega-3 do que o azeite de oliva. Por isso, pe uma boa escolha para diminuir os índices do colesterol ruim ( LDL ). Estudos apontam que a dieta com este tipo de óleo pode prevenir doenças cardíacas.

 

Artigos relacionados:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook